Análise de Preço

Entenda a importância da limpeza de fachada, como lavar fachada de prédio e qual é o preço médio do serviço!

Um dos maiores sonhos entre os empresários é ter um escritório localizado em um prédio comercial imponente, que chame a atenção mesmo de longe e, portanto, valorize a imagem de sua empresa. Depois que isso é realizado, a limpeza de fachada se transforma em um serviço essencial.

Mesmo entre os que têm seu negócio baseado em um prédio mais simples, é evidente como lavar fachada de prédio é algo que pode não parecer ter relação direta com a empresa, mas, na verdade, possui um grande peso na avaliação do público e de potenciais clientes.

Inclusive, além dos estabelecimentos comerciais, há que se destacar também a importância da limpeza de fachada predial, feita em condomínios e edifícios residenciais. Afinal, assim como queremos deixar a casa limpa e conservada, isso também  se aplica ao exterior, não é?

Se você tem interesse na limpeza de fachada, fique tranquilo, pois acabou de vir ao lugar certo. Nos acompanhe na leitura para tirar suas principais dúvidas sobre a lavagem de fachada e os outros procedimentos que podem ser escolhidos para tal finalidade.

Quanto custa a limpeza de fachada?

Depende muito do tamanho do prédio, da quantidade de andares e fachadas que serão limpas, da técnica de limpeza que será usada e até mesmo do material da fachada. Porém, mesmo que seja um valor variável, podemos nos basear em algumas estimativas para chegar a uma média:

  • Limpeza de fachadas de cerâmica: R$ 26.825 (7 andares e 4 fachadas)
  • Limpeza de fachadas de concreto: R$ 28.000 (7 andares e 4 fachadas)
  • Limpeza de fachadas de placas de aço: R$ 25.200 (7 andares e 4 fachadas)
  • Limpeza de fachadas de vidro: R$ 30.800 (7 andares e 4 fachadas)

É importante destacar que essas são apenas estimativas, já que há vários fatores que podem influenciar no preço final.

Qual é a importância da limpeza de fachada?

Sua importância pode ser destacada de muitas formas, mas a principal é agregar valor à imagem da empresa ou do edifício residencial, independentemente de qual seja seu porte ou segmento.

Imagine que você irá receber uma pessoa querida em sua casa. Quando isso acontece, para que o encontro seja ainda melhor, é normal caprichar na limpeza da casa, de modo que aquela seja uma experiência ainda mais agradável e confortável.

Além de limpar a parte de dentro, temos que levar em consideração que o exterior também importa, pois é lá que o primeiro olhar será direcionado. Uma boa impressão ali tende a influenciar diretamente no restante da experiência do lado de dentro.

Quando se trata de uma empresa, isso também acontece, e é de praxe pensar na organização do escritório ou da sala comercial em seu interior. De fato, isso é muito importante, mas todo o cuidado pode ir por água abaixo se a fachada do prédio estiver suja.

Por maior que seja a qualidade da empresa e sua compatibilidade com aquilo que um potencial cliente ou parceiro procura, as condições da fachada podem dar um ar de desleixo e falta de cuidado, o que pode até mesmo influenciar na negociação.

Com a limpeza de fachada, este deixa de ser um problema. É como diz o ditado: “a primeira impressão é a que fica”. E quanto melhor ela for, maiores são as chances de agradar os clientes e parceiros e, assim, resultar em negociações bem-sucedidas.

Não podemos deixar de comentar também sobre o fato de a lavagem de fachada contribuir com a durabilidade do revestimento. Assim, evita-se sua substituição, que teria um valor significativamente mais alto, além da complexidade envolvida em uma obra de grande porte.

Embora este seja um assunto que nem sempre depende única e exclusivamente da pessoa ou empresa interessada, a solicitação pode ser encaminhada ao síndico ou administrador do prédio, seja ele residencial ou comercial, já que essa também é uma medida de conservação e pode influenciar até mesmo na avaliação do imóvel.

O que considerar na lavagem de fachada?

Há alguns pontos que precisam ser levados em conta quando se fala em lavagem de fachada, os quais influenciam no tempo e nos valores a serem investidos. Os principais são os seguintes:

Tipo de revestimento da construção

Além da questão estética, o revestimento de uma construção influencia na complexidade da limpeza de fachada. Os principais materiais são os seguintes:

Fachada de cerâmica: resistentes, elegantes e modernas, essas fachadas devem ser limpas preferencialmente com escovas macias, de modo a não danificar suas peças. Além disso, o indicado é usar produtos de limpeza com alta alcalinidade, já que é normal que a cerâmica acumule mais sujeira. O rapel desponta como uma boa opção para a limpeza. Em média, o valor para a limpeza de fachada de cerâmica fica em R$ 33/m².

Fachada de concreto: bem comum nas grandes cidades, o material pode ser tanto lavado quanto escovado, o que depende de quão suja está sua superfície. Em média, o valor para a limpeza de fachada de concreto fica em R$ 36/m².

Fachada de placas de aço: o aço é um material prático e muito bonito, mas que também demanda um cuidado especial para a limpeza, de modo que sua superfície não seja danificada. Em média, o valor para a limpeza de fachada de placas de aço fica em R$ 31/m².

Fachada de vidro: este é um material que traz uma estética magnífica aos prédios e edificações, tanto por sua reflexividade quanto por não ser tão “pesado” tal comoos demais revestimentos. Porém, a limpeza também precisa ser feita com cautela e atenção para evitar o aparecimento de manchas. Dada a complexidade, a limpeza de fachada de vidro costuma ser mais cara que as demais e fica em torno de R$ 37/m².

Área das fachadas

Cada prédio tem suas características, seja ele residencial ou comercial, e as dimensões estão entre as principais diferenças. A altura e a largura são usadas para calcular a área das fachadas, o que influencia diretamente no orçamento.

Basicamente, para calcular a área de fachadas planas, basta multiplicar a largura pela altura. No caso de fachadas curvas, como as que são arredondadas ou possuem outros detalhes, há cálculos específicos para se concluir a área total de todas as fachadas.

Algumas empresas e profissionais podem cobrar pela quantidade de andares, que está ligada à altura dos prédios. Porém, como o pé direito dos pavimentos varia bastante de acordo com cada construção, a área acaba sendo uma medida mais assertiva.

Vamos tomar como exemplo um prédio comercial retangular com 8 andares, sendo 29 metros de altura e 15 metros de largura. Neste caso, a área de cada fachada é de 435 m², ao passo que a soma da área de todas as fachadas é de 1.740 m² (435 m² × 4).

Neste exemplo, ao seguir os valores médios para cada material de revestimento, o preço da limpeza de fachada seria o seguinte:

Fachada de cerâmica: R$ 57.420

Fachada de concreto: R$ 62.640

Fachada de placas de aço: R$ 53.940

Fachada de vidro: R$ 64.380

Como é feito o acesso para a limpeza de fachadas?

Para conseguir limpar toda a fachada, há diferentes meios de acesso, que podem ser escolhidos de acordo com as características de cada prédio. Os principais são os seguintes:

Andaime: para prédios de até 40 metros de altura, é possível optar por andaimes para acessar toda a fachada. Porém, deve-se considerar o espaço disponível para a instalação dos andaimes na calçada: se ele for muito pequeno, os andaimes não podem ser instalados. Também é preciso ter espaço suficiente para a instalação dos equipamentos de segurança.

Ferramentas manuais: essa é uma opção que geralmente fica para o último caso, quando não se pode usar nenhuma outra forma de acesso, e consiste na limpeza com o uso de ferramentas manuais, como rodos, pelo lado de dentro do prédio. Porém, pode ser que não se consiga acessar toda a fachada.

Plataforma elevatória: a forma mais segura e confortável é o uso de uma plataforma elevatória. Enquanto um profissional se encarrega da limpeza, outro comanda a plataforma do caminhão em que está instalada. Ambos devem trabalhar em conjunto para otimizar o tempo e garantir um serviço bem realizado.

Rapel: geralmente, este é o método mais comum, em que os profissionais montam seus equipamentos de segurança no topo do prédio e, então, descem como em um rapel para a limpeza da fachada. É imprescindível que todos os equipamentos de segurança estejam em perfeitas condições e muito bem fixados para evitar qualquer tipo de acidente.

Mesmo com diferentes técnicas para acessar a fachada, é indispensável o uso de equipamentos de proteção em todas elas. Assim, caso algo fuja do planejado, pode-se evitar um acidente.

Quais são as técnicas de limpeza de fachada?

Ao passo que a limpeza de fachadas de vidro é mais eficiente com uma técnica, as fachadas de concreto podem se dar melhor com outra. É por isso que existem diferentes métodos disponíveis, cuja escolha deve ser feita de acordo com o material de revestimento e as condições da fachada.

As principais técnicas de limpeza de fachada predial são as seguintes:

Limpeza de Fachada com Produtos químicos

Basicamente, eles se dividem em duas categorias:

Produtos alcalinos: indicados para a limpeza de pastilhas e alvenarias, já que tais superfícies são mais resistentes e, assim, podem acumular uma maior concentração de sujeira. Com seu uso, diminui-se o esforço na limpeza, o que garante um serviço mais rápido e eficiente.

Produtos não-alcalinos: produtos mais neutros, dos quais o mais conhecido é o detergente. São indicados para a limpeza de materiais mais delicados, como placas de alumínio e vidro, que podem ser danificados com o uso de outros produtos.

A escolha da melhor categoria e do melhor produto deve ser feita pelo profissional ou pela empresa de limpeza de fachada, de modo a evitar danos e garantir o melhor resultado possível.

Limpeza de Fachada com Hidrojateamento (jato de alta pressão)

O hidrojateamento consiste no uso de jatos de alta pressão, em que a água é responsável por remover as sujeiras ali presentes, inclusive as mais incrustadas. Como se utiliza apenas água, as chances de danificar o material da superfície são bem pequenas.

Ainda que o hidrojateamento seja uma técnica bem proveitosa, também deve-se analisar cada caso individualmente, de modo a saber se os jatos de alta pressão realmente são a melhor alternativa para aquela limpeza de fachada.

Lavagem de fachadas a seco

Em situações específicas, há como lavar fachada de prédio a seco, ou seja, sem o uso de um grande volume de água, como acontece com o hidrojateamento, por exemplo.

O vidro é um material que se dá bem com a lavagem a seco, já que é possível borrifar o produto químico apropriado na fachada e, assim, remover o produto e a sujeira com um rodo específico.

Além da economia de água e de produtos químicos, esse tipo de lavagem é benéfico também para o meio ambiente, pois evita desperdícios.

Afinal, quanto custa contratar um profissional ou uma empresa de limpeza de fachada?

Mesmo depois de aprender tanto sobre a limpeza de fachadas de vidro e de outros materiais, com técnicas que vão do hidrojateamento à limpeza de fachada à seco, pode ser que você ainda tenha dúvidas em relação ao investimento exato para a sua necessidade.

Para receber orçamentos preparados especialmente de acordo com o que precisa, preencha o formulário desta página com o máximo de informações possível. Assim, profissionais e empresas de limpeza de fachadas receberão a sua solicitação e poderão enviar cotações específicas para o que você procura.

Mesmo que você saiba como lavar fachada de prédio, o ideal é sempre contratar profissionais da área, que conhecem as melhores técnicas e produtos para lavagem de fachada, além de possuírem os equipamentos de segurança ideais para cada caso e saberem como utilizá-los adequadamente para evitar acidentes.

Esperamos que o conteúdo tenha tirado suas dúvidas sobre limpeza de fachada e como este é um procedimento importante, tanto para a estética do prédio quanto para a sua conservação, o que transforma a limpeza de fachada predial em um verdadeiro investimento, especialmente a médio e longo prazo.

Custos de Serviços

Encontre em todos os Estados