Análise de Preço

Veja como a criação de app é uma boa opção para o seu negócio ou sua ideia digital.

A criação de app é um serviço que está em ascensão. Afinal, hoje em dia o uso de aplicativos é bastante popular, já que temos opções para boa parte das atividades que fazemos, de transações bancárias à comunicação por videochamadas e à compra de comida, por exemplo.

De acordo com o portal Statista, somando os aplicativos presentes em Google Play, Apple App Store, Windows Store e Amazon Appstore, são mais de 6,3 milhões de apps. É fato que alguns deles aparecem em diferentes lojas de aplicativos, mas o número chama a atenção.

Os apps podem te aproximar do seu público, mas você sabe quanto custa criar um aplicativo? E quanto custa manter um aplicativo? E os passos envolvidos na criação de um app?

Se tem essas e outras dúvidas, então fique tranquilo, pois acabou de vir ao lugar certo. Continue com a gente para aprender o que precisa saber sobre o desenvolvimento de apps, de modo a se planejar melhor em relação à sua demanda.

Quanto custa criar um app?

Depende muito do objetivo do aplicativo, da quantidade de recursos, do potencial número de usuários ao mesmo tempo e até da experiência da agência ou profissional contratado para o serviço. Porém, podemos estimar um custo que varia de R$ 25 mil a R$ 80 mil para projetos de pequeno e médio porte.

Se você não tinha ideia sobre quanto custa criar um aplicativo, pode se assustar um pouco com o valor, mas isso se dá pelo tempo que precisa ser investido em sua criação. Embora seja variável, um aplicativo de pequeno porte não costuma levar menos de 200 horas para seu desenvolvimento – podendo superar as 1.000 horas.

Quando falamos em um aplicativo de grande porte, além do possível investimento de mais de 1.000 horas em alguns casos, o custo pode ficar na casa dos R$ 100 mil ou até superar este valor em determinados projetos.

Uma questão muito importante e que vai além de quanto custa fazer um aplicativo é o retorno financeiro que ele pode trazer à empresa, o que o transforma não em uma despesa, mas sim um investimento, que pode ser a curto, médio ou longo prazo de acordo com o sucesso da ideia e sua adoção por parte do público.

Como criar um aplicativo passo a passo?

Este é um processo que não pode ser feito por qualquer pessoa, já que precisa da atuação de Designers, Desenvolvedores Front-End, Desenvolvedores Back-End, Arquitetos de Software e Analistas de Testes, entre outros, mas nada impede de conhecer os passos envolvidos em sua criação.

Embora os passos possam ser diferentes ou aparecer em outra ordem de acordo com a equipe responsável por seu desenvolvimento, alguns dos principais são os seguintes:

Problema a ser resolvido

O primeiro passo na criação é pensar em qual será o problema resolvido por aquele aplicativo. Isso é indispensável para que ele se transforme em uma possível solução para os usuários.

O problema não precisa, necessariamente, ser algo complexo: pode ser a necessidade de pedir um carro para voltar para casa (Uber), saber qual será a previsão do tempo para amanhã (The Weather Channel), encontrar profissionais ou serviços (GetNinjas) ou saber rapidamente das principais notícias (Twitter).

Inclusive, até a necessidade de se entreter pode motivar a criação de app, seja um jogo ou mesmo uma comunidade de memes, como o 9GAG, por exemplo.

Isso significa, portanto, que basicamente todas as ideias podem levar à criação de um aplicativo interessante e relevante para um determinado público.

Sistema operacional

Em seguida, você deve escolher o sistema operacional para o qual o app será desenvolvido. Geralmente, a disputa fica entre Google Play Store e Apple App Store, que dominam, com sobras, o número global de apps.

É fato que você tem a opção do desenvolvimento híbrido, feito para ambos os sistemas operacionais, mas isso costuma encarecer o projeto e aumentar seu prazo, fatores que podem ser complicadores para a conclusão da sua ideia.

Linguagem de programação

Depois de escolher o sistema operacional para o qual o app será desenvolvido, a próxima etapa é selecionar a linguagem de programação que servirá como base para a criação de app.

Essa é uma decisão que deve ser tomada em conjunto com a equipe de desenvolvimento, que conhece melhor as linguagens e pode comparar qual é a ideal para cada tipo de projeto. Porém, as principais são as seguintes:

Android: Java; Kotlin; C#; Python; C++

iOS: Swift; Objective-C

Wireframe

O wireframe, também chamado de esboço das telas ou fluxo de telas, funciona como um modelo das telas ou o esquema das páginas que ajudarão a estabelecer a estrutura do app, geralmente feito por um profissional de UX/UI.

Este não é um desenho propriamente dito do app em relação ao layout, mas sim a forma com a qual essas telas se comunicarão entre si de maneira simples.

Para facilitar a compreensão dessa etapa, podemos compará-la com os projetos arquitetônicos que são feitos antes da construção de alguma edificação: é com base neles que se saberá como será o produto final.

Desenho das telas

Depois do wireframe, é chegada a hora de literalmente desenhar essas telas, em uma etapa fundamental para o layout do app. Afinal, é isso o que saltará aos olhos dos usuários do app.

É importante contar com um Designer experiente, não apenas em seu segmento como também na criação de apps, de modo a poder agregar sua expertise ao projeto e, assim, resultar em um produto de maior qualidade aos usuários.

Protótipo

O protótipo é a fase final do planejamento, quando o aplicativo já permitirá que os usuários interajam com ele, como pressionar botões e enviar arquivos, por exemplo.

Nem sempre o protótipo de telas mobile é exatamente igual a como ficará o produto final, e isso faz com que essa etapa seja ainda mais importante, já que pode mostrar alguns pontos de melhoria, bem como aqueles que estão bem encaminhados.

Depois disso e dos devidos ajustes, o app já estará apto a ser publicado.

Qual é o custo de manutenção de um aplicativo?

É um pouco difícil estimar ao certo o custo de manutenção de um aplicativo, já que são muitos fatores envolvidos. Porém, podemos estimar que a manutenção anual seja 20% do valor investido para a criação de app.

Isso significa que se o seu app tiver custado R$ 70 mil, sua manutenção anual deve ficar em torno de R$ 14 mil, ou aproximadamente R$ 1.170 mensais.

Os seguintes fatores estão entre os principais quando se fala sobre os custos de manutenção de um app:

Hospedagem

Assim como acontece com os sites, os apps também precisam ficar hospedados para funcionar. O armazenamento em nuvem é a principal opção do mercado, em plataformas como Microsoft Azure, Google Cloud e Amazon Web Services (AWS), entre outras.

Monitoramento

Para ter maior controle sobre o que os usuários fazem no app, é indispensável investir em plataformas de monitoramento analítico, como Google Analytics, Facebook Analytics e Flurry. Assim, será possível tomar as melhores decisões possíveis em relação às atualizações e modificações.

Ainda que essas sejam plataformas gratuitas de monitoramento, é preciso investir tempo para coletar os dados e gerar insights em cima deles. Além disso, também existem outras ferramentas para compreender a jornada dos usuários no app, como o AppsFlyer, com planos gratuitos e pagos.

Mesmo que o monitoramento não seja obrigatório, sem dúvidas é indispensável para transformar seus apps em fontes rentáveis, já que permite tomar decisões fundamentadas em relação à sua usabilidade, recursos e layout, por exemplo.

Engajamento

Um dos objetivos da criação de app é que os usuários voltem mais vezes. Porém, isso se torna mais difícil quando eles não recebem incentivos para fazê-lo, e é aí que entra o investimento em engajamento.

Além de atividades que podem ser automatizadas para aumentar o dinamismo do app, é importante que haja a participação de uma pessoa ativa na criação de conteúdos, que podem ser veiculados na página inicial, na forma de notificações ou mesmo nas redes sociais daquele aplicativo.

Quanto mais interesse os usuários tiverem em voltar, mais lucrativa tende a se tornar a ideia, ou seja, este também é um investimento opcional, mas extremamente importante para o sucesso da ideia.

Atualizações

Tente lembrar de como era o app do Facebook há 3 anos. Agora, abra o app e veja como ele está. Este é um exercício que pode ser feito em todos os aplicativos e que mostra como as atualizações são importantes, também para manter seu público engajado.

Tais atualizações são feitas de acordo com o que se observa na etapa de monitoramento, além do que se observa no próprio mercado de apps e em sua usabilidade. Quando um app não é atualizado, as chances de perder usuários é bem grande.

O intervalo que escolhemos para o nosso exemplo foi bem grande, mas as atualizações ocorrem com muita frequência nos aplicativos, o que não passa apenas pelo layout, mas também pelas funcionalidades e pela segurança, entre outros pontos.

Promoção do aplicativo

Além de cuidar da base de usuários, também é importante ir atrás de mais pessoas para utilizar o app, e é aí que entra a promoção, que deve ser feita mediante uma boa estratégia de Marketing Digital.

Há várias iniciativas que podem ser adotadas aqui, como a criação de um site com blog para divulgar novidades e atualizações sobre o app, além da criação e manutenção constante das redes sociais e da publicação de vídeos em plataformas como o YouTube, por exemplo.

Além disso, pode-se também recorrer ao tráfego pago, como Google Ads, Facebook Ads e Instagram Ads, entre outras plataformas. Assim, será possível atingir exatamente o público desejado, de modo a investir continuamente na aquisição de novos usuários.

Cuidados ao contratar um desenvolvedor de aplicativos

Alguns dos principais cuidados ao contratar um desenvolvedor de apps, bem como outros profissionais que podem atuar em sua criação, são os seguintes:

Credibilidade. Como este tende a ser um processo demorado, é indispensável optar por profissionais com credibilidade e responsabilidade. Uma forma de saber isso é buscar as opiniões de outras pessoas que já foram atendidas por ele, o que pode ser feito aqui no GetNinjas.

Conhecimento e experiência. É fundamental contar com especialistas para que o seu projeto saia do papel. Para conhecer mais sobre esses dois pontos, vale a pena pedir para ver o portfólio do profissional, onde será possível ver, na prática, em que ele já atuou em sua carreira.

Definição de prazos. Este é um ponto em que ambas as partes devem entrar em consenso. Afinal, cada etapa toma tempo para ser concluída, mas este período de tempo também não pode ser tão longo a ponto de prejudicar o andamento do projeto.

Valores cobrados. Aqui, deve-se tanto tomar cuidado especialmente com preços muito abaixo da média do mercado, que podem indicar que o profissional não possui a experiência e o conhecimento necessários. Preços muito elevados também devem ser analisados com cautela para evitar que o orçamento seja prejudicado.

Condições de pagamento. Além dos valores, as condições de pagamento também devem ser analisadas com bastante cuidado. O ideal é que não sejam feitos pagamentos antes de combinar todas as tratativas do projeto, de modo a evitar prejuízos.

Afinal, quanto custa criar um aplicativo?

Depois de aprender sobre como criar telas de aplicativo, bem como algumas estimativas sobre quanto custa fazer um aplicativo e até sobre o custo de manutenção de um aplicativo, pode ser que você ainda tenha dúvidas sobre quanto precisará investir para tirar o seu plano do papel.

Para receber orçamentos dos melhores profissionais e empresas do segmento, preencha o formulário desta página com todas as informações que tiver, inclusive eventuais ideias no campo de informações adicionais.

Depois, basta aguardar para receber, gratuitamente, orçamentos elaborados especialmente para você em seu e-mail. Então, é só comparar as propostas e escolher a que mais te agrada e se adapta às suas necessidades.

Esperamos que você tenha aprendido o que precisa saber sobre criação de app e, assim, esteja preparado para lidar com todas as etapas que envolvem a realização de um objetivo tão interessante, que pode se transformar em uma fonte de renda a curto, médio e longo prazo.

Veja serviços similares para Desenvolvedor

Encontre em todos os Estados

Encontre nas principais Cidades