Vidro ou acrílico, qual é a melhor opção? Conheça mais sobre a instalação de vidro acrílico e faça sua escolha!

Ao contratar um serviço de vidraceiro para sua casa ou escritório, primeiro é preciso definir o tipo de material que você vai utilizar na reforma. Os mais comuns são vidro ou acrílico e a opção por um ou outro deve ser com base, principalmente, no tipo de instalação que você deseja.

Para o box do banheiro, por exemplo, você pode trabalhar com as duas hipóteses e escolher entre vidro acrílico. Isso porque trata-se de uma estrutura simples para proteção e divisão entre o chuveiro e lavabo. Ou seja, o acrílico é seguro para esse tipo de projeto e o vidro, em termos de decoração, garante um acabamento sofisticado.  

Agora, se sua ideia é fazer uma proteção para escada ou divisória de um ambiente interno para externo, o vidro em termos de decoração é a melhor opção, pois tem um brilho incomparável. Nesse caso, a melhor alternativa é usar o vidro temperado, que é resistente e seguro. Esse tipo de material vai garantir toda a proteção que você precisa e, ao mesmo tempo, dará amplitude ao seu projeto por meio da transparência, mantendo em uma única composição os espaços conectados pelo vidro.

Para divisórias simples, como entre baias de escritório, a instalação de vidro acrilico pode ser usada de acordo com o estilo da decoração e, principalmente, orçamento disponível. Afinal, entre vidro acrilico preço é considerado um diferencial e pode ser decisivo na sua escolha. O acrílico costuma ser mais barato e também tem como vantagem ser mais fácil para limpar. Já o vidro, além de ser mais caro, exige limpeza frequente para ficar sempre bonito, livre de marcas de mãos e poeira - porém, tem maior durabilidade.

Depois de analisado qual é o melhor material para sua instalação, vidro ou acrilico, basta escolher qual é o profissional ideal para seu tipo de projeto. Ainda em dúvida? Converse com o vidraceiro, apresente suas expectativas quanto ao vidro acrilico decoração e conte com a ajuda de um especialista nesse processo!

Vidro acrilico e muito mais para uma perfeita decoração Vidro acrílico e policarbonato são os materiais mais utilizados em obras e decorações

Embora possa parecer confusa, a escolha do material para uma janela ou porta de vidro nem sempre é o próprio “vidro”. A confusão ocorre porque costumamos, na linguagem popular, chamar tudo o que é transparente de vidro enquanto, na verdade, o mercado oferece apenas opções similares e alternativas. O acrílico e o policarbonato, por exemplo, podem até serem parecidos com o vidro em seu resultado  final, porém, têm composição, características e aplicações bem diferentes.

Dentre todas essas opções, o vidro, é claro, continua sendo a melhor alternativa para quem busca o efeito transparente. Usamos aqui como exemplo a porta de vidro, mas pode ser para uma janela, divisória, box do banheiro e outras infinitas aplicações.

Nesse sentido, o vidro é o material mais rico desses três porque possui transparência perfeita e resistência à abrasão - essa característica, entre outras, faz dele a escolha perfeita para casas com animais de estimação que costumam arranhar a porta.

Já o policarbonato e o acrílico também podem ser translúcidos quando novos, mas a tendência é de se tornarem opacos com o tempo. Além disso, são mais vulneráveis a riscos e, por isso, costumam durar bem menos. Quando usados como decoração, portanto, necessitam de manutenção mais frequente.

Outra característica do vidro é o melhor poder de isolamento. Por outro lado, o acrílico tem a segurança como ponto forte, uma vez que  em caso de quebra ele não estilhaça. Sendo assim, é ideal para áreas infantis ou para pequenos itens na decoração, mais associados à utensílios, como copos e taças.

O policarbonato, por fim, é o material menos indicado na decoração e o mais utilizado em casos onde a resistência é primordial. É esse o material utilizado em sistemas de blindagem, por exemplo.

Instalação de vidro acrílico garante sofistiação em vários tipos de decoração Vidro ou acrílico são ótimas opções para decorar casas e escritórios

Como vimos até aqui, o uso de vidro acrilico decoração é bastante comum e até recomendado. Por se tratarem de materiais transparentes, eles têm o poder de conferir amplitude aos espaços. Além disso, podem ser, literalmente, uma vitrine para o estilo da sua casa.

No caso do vidro, opte por colocá-lo em espaços de maior evidência dentro do seu projeto. Uma porta ou divisória importante para a casa, como a que liga a área interna à externa, merece essa atenção e esse cuidado. Por ser uma instalação de bastante visibilidade, ela precisa ser bonita e também resistente. Assim, o vidro é a melhor opção: mais translúcido que o acrílico e resiste melhor à arranhões e fricções.

No caso de escadas, há a opção de combinar acrílico e alumínio para fazer um corrimão moderno e também seguro - uma ótima alternativa para casas com crianças. Esse tipo de acabamento é mais viável, pois evita que em casos de acidente o material seja estilhaçado - o que pode acontecer com o vidro - e também elimina os vãos dos corrimãos tradicionais.

Para janelas grandes, os famosos janelões dos apartamentos, o vidro é uma opção imponente: ele funcionará como uma tela que conecta sua casa ao exterior. Para complementar o efeito decorativo, aposte em plantas para serem vistas do lado de fora, redes onde você possa descansar e avistar a rua, poltronas para leitura e pufes com aparadores para um drink no final do dia. Se preferir, invista também em cortinas da altura do teto até o chão para manter o interior protegido da luz durante o dia.

Tanto vidro ou acrilico podem e devem ser usados nos banheiros: hoje, com uma gama ilimitada de materiais e projetos sob medida, as antigas cortinas de plástico para proteger a área do chuveiro do lavado são completamente dispensáveis. Um bom box de vidro acrílico, além de muito mais bonito é muito mais prático para limpeza e retenção da água. Nesse caso, pense no seu orçamento para fazer a escolha do material.

Por fim, em escritórios e ambientes corporativos, opte por usar o vidro para dividir os ambientes: eles garantem o isolamento acústico necessário para conversas e atividades que exigem isolamento e  concentração, mas ao mesmo tempo derrubam as barreiras visuais, diminuindo o distanciamento entre as equipes.