Quais tipos de sofá ajudam na composição do ambiente Tamanhos e formatos diferenciados devem estar de acordo com o objetivo do comprador

Existem muitos tipos de sofás no mercado e cada detalhe deve ser levado em consideração para eleger o modelo ideal para o espaço e a função que você deseja. Ao escolher um modelo tradicional, a peça é estofada e traz muitas opções que variam de acordo com o tamanho e tecido. Ele pode ter pés mais altos, deixar o fundo mais próximo do chão, ter almofadas soltas ou fixas. O formato pode variar bastante de acordo com a fabricação.

 

O sofá-cama é um modelo com sucesso de vendas por se tratar de uma peça 'dois em um'. Ao mesmo tempo que ele é sofá, pode virar uma cama e se tornar essencial para quem não tem muito espaço disponível e recebe muitas visitas. Outra opção interessante para os lugares menores é o sofá inflável. Eles podem ser usados de forma permanente ou ficar guardados para quando a visita chegar.

Bem popular no mercado e queridinho das decorações que visam conforto, os sofás retrátil e reclinável são boas opções para quem gosta do sofá como um item de descanso e passa bastante tempo em cima dele vendo televisão, por exemplo. Ele é retrátil porque o acento aumenta de tamanho conforme o desejo do usuário e é reclinável porque pode variar a posição do encosto, mudando a postura das costas.

 

Os formatos também podem variar de acordo com o espaço disponível no cômodo. Os tradicionais oferecem dois e três lugares. É bastante comum que, para salas grandes, esse modelo seja comprado em composição: uma peça com dois lugares em formação com a de três lugares. O 'L' também aparece como uma opção de formato. As versões são modulares e excelentes para otimizar os lugares para sentar, aproveitando a parede do cômodo. Se você quiser usar o modelo tradicional, mas deseja ter mais espaço para esticar as pernas, os sofás com chaise são ótimas para dar um charme especial ao ambiente.  

Sofá de palete é bonito, barato e sustentável Aprenda em quatro passos a fabricação do sofá

O reaproveitamento de materiais unido à expressão 'faça você mesmo' vem conquistando aqueles que desejam um item descolado sem gastar muito. O sofá pode facilmente ser construído com paletes, usados no transporte de itens pesados e geralmente encontramos nos estoques de supermercados ou empresas de logísticas.

 

Atenção para os materiais que você vai precisar para a fabricar um sofá palete: 6 paletes (você pode comprar lixado ou garimpar); lixa grossa; pregos e parafusos; furadeira e madeira; verniz; futtons, almofadas ou colchonetes para o assento.

Passo 1:

Passo 1:

Lixe cada um dos paletes para que a aparência fique o mais uniforme possível. Evite acidentes deixando as bordas arredondadas. Em seguida, retire duas placas do meio, que servem de base, para serem usadas posteriormente.
Passo 2:

Passo 2:

Pegue o segundo palete e coloque em cima do que já está no chão, parafusando um ao outro em suas extremidades.
Passo 3:

Passo 3:

As partes separadas no Passo 1 vão ser colocadas em torno do palete de cima, para que segure o estofado em cima do móvel.

Passo 4:

Passo 4:

Encoste a base na parede e faça a composição com almofadas, futtons e colchonetes. Agora é só aproveitar seu novo sofá!

O desafio de encaixar sofás em ambientes pequenos Algumas dicas podem transformar o cômodo

Ter um ambiente pequeno pode transformar a compra de um sofá em um verdadeiro pesadelo. Encaixar um item confortável sem deixar o espaço intransitável pode ser um grande desafio. Entretanto, alguns truques podem ajudar a facilitar esse processo.

 

Em primeiro lugar, meça cada parede com muito cuidado e precisão. Saber qual o espaço disponível ajuda (e muito) na eliminação de modelos que jamais caberiam naquele ambiente. Uma dica bacana é escolher um sofá de três lugares coordenado com uma poltrona ou dois puffs. Os puffs, inclusive, são mega confortáveis e economizam espaço por serem mais ajustáveis. Os sofás vendidos em conjuntos devem ser evitados porque bloqueiam a circulação e ainda causam confusão no visual geral do ambiente. No entanto, caso a residência tenha apenas um quarto ou um cômodo, o sofá-cama se transforma na melhor aquisição. Ao mesmo tempo que pode ser uma cama, ele vira sofá assim que as visitas chegam.

 

As cores claras costumam deixar o ambiente mais espaçoso, tornando-o mais leve. Se o desejo for adquirir um sofá escuro, as paredes precisam ter cores neutras e uma iluminação de destaque. O tecido escolhido também pode fazer toda a diferença. Almofadas e mantas dão um toque especial e aumentam a sensação de aconchego.

 

Outra dica importante é optar por modelos com chaise móvel. Essa espécie de puff aumenta a área útil do sofá em um mecanismo retrátil, ficando guardado quando não estiver sendo usado. As opções com braços largos também costumam 'comer' o espaço. Quanto menor o braço do sofá for, mais espaço para sentar e se acomodar. Inclusive, os modelos sem braço aumentam o conforto e são um ótimo pedido.


O design de muitos sofás pequenos são diferenciados em seus formatos. Eles podem ser usados em ambientes de decoração modernos ou em quartos, por exemplo. As peças com linhas retas, por sua vez, têm um aspecto mais longilíneo, neutro e clássico, facilitando a combinação para qualquer tipo de ambiente.

Como decorar a sala em torno do sofá Escolher os objetos certos fazem o sofá ser a 'estrela' do cômodo

Decorar uma sala pode ser muito fácil com dicas simples e que fazem total diferença quando você for escolher os objetos. Os móveis claros, por exemplo, conversam facilmente com um sofá bege. O tapete pode seguir o mesmo tom e são poderosos, principalmente, para os ambientes pequenos. Outro toque importante é: se o sofá for o personagem principal da sala, pense sobre a escolha dos acessórios, como almofadas e quadros. Plantas também são excelentes, baratas, práticas e se bem posicionadas, mudam o visual geral.


Há quem tenha receio de escolher o branco para compor um ambiente. Realmente ele não é indicado na presença de crianças. Entretanto, essa cor pode transformar a sala e tornar o espaço bem encantador. O sofá branco em couro é uma boa escolha para dar glamour ao cômodo. Coordene com almofadas coloridas, elas vão ressaltar o material do móvel.

Agora se o seu estilo é mais alegre e seu perfil está em misturar tons diferentes de cores, faça o contraste entre os claros e escuros. Por exemplo: se o móvel tem um material mais escuro, escolha camurça para o sofá, almofadas de crochê e um tapete de pele sintética para dar o toque final. O sofá cinza também conquista o coração dos moderninhos. Mesmo que o móvel tenha um modelo mais clássico, se ele está localizado em uma parede com quadros coloridos, é possível usar e abusar das cores para quebrar o ambiente sóbrio e ousar na composição.

 

Outro tom que tem conquistado os arquitetos é o azul marinho. Ele cresce ao lado dos móveis, principalmente, se estes forem amarelos. Mesclar essas duas cores deixa o espaço com um ar moderno e ousado. Misturar cores complementares também pode ser uma boa saída. O mesmo amarelo, se combinado com verde e lilás, traz jovialidade e alegria para o ambiente.

Por quê a impermeabilização do sofá é importante? Prolongue a vida útil do seu sofá

Quem nunca ouviu uma mãe reclamando que os filhos sujam o sofá da sala. Ou então um morador desastrado que sempre derruba alguma comida ou líquido no móvel. Essas situações cotidianas, que provocam pânico no dono do sofá, podem ser evitadas se o sofá for impermeabilizado.

 

A impermeabilização ajuda na conservação do tecido evitando a penetração de líquidos que possam umedecer o material, além de prevenir, também, manchas e maus odores. Caso o móvel tenha sido impermeabilizado, líquidos derramados ou a urina de animais se transformam em gotas, precisando apenas que um pano seco ou um papel absorvente limpe toda a região.

 

Essa solução pode ser comparada com uma capa invisível, deixando a peça originalmente preservada. Com a utilização, qualquer sofá, seja ele novo ou usado, ou que tenha sido reformado recentemente, se torna vulnerável à sujeira, absorvendo os resíduos com maior facilidade no decorrer do tempo.

 

Ao optar pela impermeabilização, você aumenta a resistência do tecido em relação aos raios solares, além de proporcionar a fácil limpeza de sujeiras secas como manchas de barro. Ele também age como um antialérgico, combatendo a moradia de fungos, ácaros, pó, partículas de fumaça, pêlos e plumas. O produto evita que os estofados embolorem ou mofem com a presença da umidade. Uma regra básica é bastante importante: em nenhum momento o impermeabilizante vai causar qualquer tipo de alteração de cor, textura e cheiro. Caso isso ocorra, procure um profissional e investigue a procedência do material utilizado.

Um alerta é bem importante: o produto usado na impermeabilização é um composto químico altamente inflamável e pode servir até como um combustível para incêndios e explosões. Por isso, atenção: nunca provoque chamas, como riscar um fósforo, acender um isqueiro, boca do fogão ou forno durante a aplicação do produto em seu sofá. Atente-se para que os funcionários responsáveis pela aplicação usem equipamentos de segurança individual, como luvas, óculos e máscaras para se proteger.

Os tipos de produtos para cada tipo de sofá Limpar o sofá aumenta a vida útil e beleza do item

Para uma limpeza completa do sofá, algumas dicas são essenciais para que o item não se desgaste e nem tenha uma aparência suja, estragando o visual geral do ambiente. No entanto, como limpar? O tipo da limpeza vai depender do material usado na fabricação do sofá. A maioria das peças são construídas em alguns materiais, como algodão, couro, linho, camurça, veludo, courinho, entre outros.

 

Por isso, primeiro conheça bem com que tipo de material está lidando na etiqueta que fica na parte inferior do sofá, onde também se localizam os símbolos de instruções de limpeza. Por exemplo: uma etiqueta que leva a letra P significa que a limpeza pode ser feita a seco. Isso quer dizer que você deve usar panos secos e aspirador de pó. No caso de conter a letra W, o processo normal de higienização permite o uso de pano comum com água ou produtos de limpeza, como detergente. No caso da letra F, a limpeza deve ser feita a seco profissional, procurando uma empresa especializada. Se a letra for O, utilize água fria para a lavagem do sofá.

 

Manter o sofá limpo por mais tempo é o sonho de toda manutenção. Iniciar o processo de faxina aspirando o sofá ou usando uma escova de cerdas macias ajudam a eliminar a sujeira e poeira superficial. Para limpar, especificamente, linho e veludo, uma solução caseira se torna útil no momento da higienização. Misture um litro de água morna para um quarto de vinagre branco. Pegue um pano e umedeça nessa composição, passando-o por todo o sofá. Se algumas manchas forem mais persistentes, aplique a solução com uma esponja e passe um pano seco ao finalizar. Deixe secar naturalmente. O segredo desta composição está no vinagre, poderoso para limpar a região, tirar o cheiro e ainda deixar o tecido macio. Aplique, pelo menos, uma vez por mês.