Por onde começar a reforma de um apartamento?

Antes de começar, saiba que uma reforma precisa ser bem planejada e poderá enfrentar algumas mudanças ao longo do caminho. Esteja preparado para enfrentar esses imprevistos ao longo do tempo.

1 Demolição

Quebrar várias paredes para ganhar mais espaço é comum nesse momento. Saiba que essa fase faz bastante bagunça, gera lixo e muito pó. Por isso, contrate uma caçamba neste período para armazenar tudo o que for resto da demolição.

2 Pontos elétricos

Mapeie onde serão os pontos para tomadas, luminárias e saídas de internet e televisão. No caso de apartamentos peça um documento da distribuição padrão. Para quartos e salas, confira se existe uma tomada a cada 5 m de parede.

3 Gesso

Depois de definir os pontos de iluminação, o gesseiro já pode fazer a sanca. Saiba que o acabamento com gesso faz bastante sujeira e por isso deve ser realizado antes dos outros.

4 Contrapiso

Provavelmente seu apartamento foi entregue somente com o concreto da laje. É preciso deixá-lo nivelado por meio de um contrapiso.

5 Revestimentos

É chegado o momento de revestir paredes e pisos. Calcule a área do piso e paredes a serem revestidas e some 25% para orientação paralela do piso até a parede Outra dica é guardar pelo menos uma caixa para uma eventual reposição de peças.

6 Pintura e papéis de parede

Dê preferência para tintas laváveis, que dão um acabamento melhor e são mais fáceis de limpar. A mesma dica do piso vale aqui: guarde um pouco da tinta para futuros retoques.

7 Móveis e acessórios

Escolha e posicione móveis, luminárias, cortinas, instale acessórios de hidráulica (como torneiras, chuveiros) e dê o toque final colocando seus objetos de decoração.

Reformar um apartamento é um projeto que requer planejamento e muita paciência. Se você não está preparado para dedicar boa parte do seu dia a este projeto, você pode contratar profissionais na sua região aqui!

Os 5 tipos mais comuns de churrasqueiras

Tipos de churrasqueiras. A preparação de um bom churrasco, ao contrário do que parece precisa de algumas técnicas, um bom churrasqueiro e sobretudo de um equipamento de qualidade ou seja, uma boa churrasqueira.

1. Churrasqueira de Alvenaria

Esse modelo de churrasqueira é indicado para uma área de lazer ampla. Para realizar as preparações utiliza como base o carvão. É um modelo clássico muito utilizado em diversos projetos.

2. Churrasqueira pré-moldada

Construídas a base de concreto composto de material térmico para absorção de calor, essas churrasqueiras são comercializadas em peças prontas que devem ser montadas na área onde será utilizada. Para que tenha bom funcionamento é necessário instalar uma coifa ou chaminé juntamente com as peças.

3. Churrasqueira elétrica

As churrasqueiras elétricas são modelos altamente comercializados e possuem boa procura de mercado. Pelos tamanhos disponíveis que facilitam a instalação e também por funcionarem base de eletricidade, essa churrasqueira cai no gosto de muitos adeptos desse tipo de refeição.

5. Churrasqueira a gás

Com funcionamento semelhante aos fogões tradicionais, as churrasqueiras a gás possuem uma tubulação que direciona o gás diretamente para o acendedor proporcionando combustão e consequentemente a chama responsável pela preparação. Seu funcionamento é realizado facilmente, pois é muito fácil de manusear e acender esse tipo de churrasqueira.

Dicas para reforma de um banheiro sustentável, econômico e eficiente

Muitas vezes com apenas algumas pequenas mudanças, modernizamos e ganhamos eficiência em nossos banheiros. E nem é preciso gastar tanto. Hoje existem opções para todos os gostos e para todos os bolsos.

  • Caixa acoplada com mecanismo de descarga com sistema Dual Flush (duplo acionamento):
  • As caixas acopladas já fazem parte da realidade de quem busca economia de água e praticidade na manutenção.
  • Grelhas de aço inox com fecho: são colocadas nos ralos dos banheiros. Evitam mau cheiro, insetos e também o risco do ralo servir como criadouro para o mosquito da dengue. em 2 tamanhos: 150 mm e 100 mm.
  • Assento sanitário de fácil limpeza: Enquanto na maioria dos produtos existentes no mercado, há necessidade de desparafusar para remover o assento.

Algumas marcas apresenta uma opção que basta pressionar dois botões e, com apenas um clique, ele solta facilmente da bacia sanitária.

  • Ducha higiênica. As duchas higiênicas facilitam e proporcionam conforto na higiene pessoal. Utilizadas em construções mais recentes, oferecem também a possibilidade de se adaptarem a sistemas mais antigos, para substituição dos bidês.
  •  Tubo extensível cromado: para fazer a ligação da pia com o esgoto, ele vem com suporte de ajuste do sifão que ajuda a organizar o cano e não deforma conforme o uso, uma peça simples e eficiente.