Como funcionam as chaves de carros codificadas

A principal característica de uma chave com código é o fato de ela possuir um chip, também conhecido como transponder, dentro de si. O chip é que guarda o código eletrônico da chave. E como ocorre o funcionamento? Na verdade, há uma comunicação entre a chave codificada e a central de segurança, que fica dentro do veículo, mais precisamente o imobilizador. Se há algum problema nessa peça ou se a chave for incorreta, acende-se uma luz sinalizadora no painel do carro.

Quando o motorista tenta utilizar a chave codificada, ela envia um sinal com o código para o automóvel. Se a codificação da chave e a da central coincidirem, o motorista poderá abrir a porta sem problemas e dar a partida para ativar a ignição. Mas no caso contrário, o motor não vai pegar.


Se o motorista tentar utilizar outra chave, do mesmo modelo de veículo, ainda correrá o risco de descodificar a central e bloquear o sistema de partida. Nesses casos, não é possível nem fazer uma ligação direta.

Como saber se sua chave é codificada

Como saber se sua chave é codificada

Muitos proprietários acham que para ser codificada, a chave precisa ter o controle remoto integrado na chave. Isso não procede, pois nesse sistema antifurto, o chip fica na cabeça da chave, tendo a chave controle ou não. Todavia, em alguns casos o chip é parte integrante do circuito do controle remoto da chave.

As principais dúvidas respondidas referente á chave codificada

Fazer uma cópia codificada fora da concessionária ou confeccção de chave em caso de não ter nenhuma chave, pode tirar a garantia de fábrica?

Não, mesmo que receba esta informação por uma parte qualquer, a mesma não é verdadeira, uma vez que uma empresa especializada tem condições de reproduzir exatamente a chave que foi perdida sem adulterar os códigos de fábrica do veículo. A chave deve ser produzida de modo que o veículo possa ser escaneado posteriormente e não possuir nenhum tipo de avaria e até mesmo não indicar que houve alteração, pois de fato, o banco de dados das chaves armazenado no carro estará inalterado.

 

Qualquer um pode fazer uma ligação direta e roubar o meu carro com chave codificada?

Não. Se o carro for realmente codificado o mesmo não pode ser ligado com ligação na parte elétrica, pois sua imobilização se dá de forma eletrônica.

 

Alarme e chip na chave é a mesma coisa?

Não. Popularmente falando, muitos usuários acham que se o carro tem um sistema de abrir e fechar na própria chave o mesmo já é codificado, e não funciona assim. Existem muitos modelos de carro com chave até canivete que não são codificados. A maioria dos funcionários de uma concessionária (que não são da oficina) desconhecem a presença de transponder ou não nas chaves e para ter certeza desta informação somente falando com um chaveiro especializado ou diretamente com técnicos da oficina de uma concessionária.

 

Se a bateria no cabo da chave do meu carro acabar, o carro não vai pegar mais?

Pega sim. A bateria serve somente para alimentar o telecomando da chave. O chip que tem na mesma é alimentado pela ignição do veículo quando colocado nela e se o carro for mais moderno com sistema start/stop pode não ligar direto no start (em caso de perder a bateria da chave), mas vale lembrar que nestes carros sempre tem um compartimento para inserir a chave, quase escondido geralmente, para emergências desta natureza. Se não souber onde fica, ligue para um chaveiro.