Análise de Preço

Conheça os diferentes modelos de piscina, quanto custa fazer uma piscina, como construir uma e muito mais!

Seja uma piscina de fibra, uma piscina de vinil, uma piscina de alvenaria ou de qualquer outro material, é inegável como este é um elemento que pode trazer mais diversão a qualquer casa, condomínio, clube, chácara, fazenda ou seja qual for o lugar em que seja instalado.

Além do entretenimento, as piscinas também se consolidam como espaços que agregam funcionalidade às casas, aumentam seu valor agregado e ainda ajudam os moradores a terem acesso a um exercício físico excelente para a saúde, além de transformar no lugar ideal para churrascos, festas e outros eventos.

Também não podemos descartar a elegância que costuma acompanhar as piscinas, especialmente quando falamos de determinados tipos, como a piscina borda infinita, que ganhou grande destaque nos últimos anos, ou alguma outra bela combinação entre tantos modelos de piscina.

Se você quer aprender mais sobre essa grande variedade de tipos, modelos e afins, além de tirar uma dúvida bem comum, sobre quanto custa uma piscina com as características que tanto procura, então acabou de vir ao lugar certo, pois traremos uma série de informações importantes. Continue a gente!

Quanto custa uma piscina?

Depende muito de como você deseja que ela seja. Há uma grande variedade de modelos, tamanhos, materiais, formatos e características, o que faz com que o valor possa variar de alguns milhares de reais a várias dezenas (ou até centenas, de acordo com o porte do projeto).

Mesmo com tanta variedade, podemos considerar alguns valores médios para ter uma ideia de quanto custa construir uma piscina ou mesmo comprá-la e instalá-la, já que nem todos os tipos são tecnicamente construídos. Veja só:

  • Preço de uma piscina de alvenaria de 4,00 m x 8,00 m: R$ 27.000
  • Preço de uma piscina de concreto armado de 8,00 m x 4,00 m: R$ 32.000
  • Preço de uma piscina de fibra de 6,00 m x 3,00 m: de R$ 8.000 a R$ 12.000
  • Preço de uma piscina de vinil de 8,00 m x 4,00 m: de R$ 7.000 a R$ 11.000

Considerando os valores acima, podemos estimar um valor médio por m², sem considerar aqui a profundidade da piscina, mas apenas as medidas laterais. Quanto maior for a profundidade, mais alto também costuma ser o valor.

  • Preço médio do m² de uma piscina de alvenaria de 4,00 m x 8,00 m: R$ 850/m²
  • Preço médio do m² de uma piscina de concreto armado de 8,00 m x 4,00 m: R$ 1.000/m²
  • Preço médio do m² de uma piscina de fibra de 6,00 m x 3,00 m: de R$ 450/m² a R$ 670/m²
  • Preço médio do m² de uma piscina de vinil de 8,00 m x 4,00 m: de R$ 220 a R$ 350

Lembramos mais novamente que esses são valores médios, apenas para que você tenha uma estimativa de quanto deve custar a sua piscina. Além disso, o valor pode variar de acordo com as condições do terreno, os adicionais da piscina (cascatas, iluminação em LED e hidromassagem, por exemplo) e até a região da obra.

Quais são os principais tipos de piscina?

Essa é uma área em que existe bastante variedade, o que é ótimo para que cada pessoa possa ter a piscina que tanto deseja. Os principais tipos de piscina são os seguintes:

Piscina container

Tão diferente quanto o nome faz parecer, a piscina container é composta justamente por containers marítimos, cuja vida útil é de aproximadamente 10 anos em seu segmento, embora leve em torno de 100 anos até que se decomponha. Logo, existe a oferta deste material tão peculiar.

Além de ser uma opção sustentável e bem prática, ela é significativamente mais barata do que outros tipos de piscina. Também há que se ressaltar as variadas possibilidades de personalização, já que elas podem ser revestidas com fibra, acopladas com degraus e até receber visores de vidro para aumentar sua beleza.

Em geral, as piscinas de container estão disponíveis com 6 m ou 12 m de comprimento, com largura de 2,5 m e profundidade de 1,4 m. Outro ponto interessante é que a casa de máquinas já vem acoplada, o que elimina uma boa parte do trabalho.

Piscina de alvenaria

A piscina de alvenaria é uma opção procurada por quem deseja maior economia nas piscinas de azulejo. Porém, seu desenvolvimento deve ser feito por profissionais devidamente capacitados, de modo que todos os cálculos sejam feitos adequadamente para que a estrutura suporte toda a carga.

Portanto, ela pode ser considerada como uma versão simplificada das piscinas de concreto armado, que também custa menos, de fato, mas demanda os cuidados que citamos para que não haja problemas posteriores.

Piscina de areia

Outro tipo menos comum é a piscina de areia, destinada a pessoas que tenham um maior orçamento disponível. Elas são construídas em concreto armado, mas finalizadas com uma mistura de resina e areias minerais, o que as dá o aspecto de uma praia artificial.

No final das contas, o cliente tem uma mini praia à disposição, de fácil limpeza, segura e, inclusive, com areia que não queima ao contato com a pele. Porém, o investimento inicial parte de aproximadamente R$ 60 mil.

Piscina de concreto armado

As piscinas de concreto armado são muito versáteis, já que se adaptam super bem a diferentes espaços e tamanhos, além de suportar uma grande variedade de acabamentos, de pastilhas a porcelanatos e pedras naturais.

Há que se considerar, porém, que o tempo de construção é maior do que outras alternativas e pode ficar de 45 a 50 dias. Portanto, é preciso se planejar bem para que a piscina de alvenaria fique pronta a tempo.

Além disso, o preço de piscina de alvenaria também tende a ser maior do que as outras opções, embora ela tenha um bom custo-benefício por suas vantagens e versatilidade.

Piscina de fibra de vidro

É um dos tipos mais utilizados por sua praticidade e pelo preço abaixo de outras opções. A piscina de fibra de vidro é pré-fabricada e, portanto, fácil de ser instalada, com serviços que ficam prontos em poucos dias, desde que o local já esteja com a alvenaria e a casa de máquinas prontas.

A limpeza e a manutenção são bem simples, além das poucas chances de vazamentos, mas é preciso tomar cuidado em relação a manchas e arranhões. Jamais devem ser usados materiais abrasivos para sua limpeza.

Piscina de vidro

As piscinas de vidro estão entre as que oferecem o visual mais bonito, mas, por outro lado, também são bem caras, já que são feitas com vidro laminado, material bem flexível, o que é indispensável para suportar a pressão da água. É por isso que geralmente são destinadas a casas de luxo, resorts e hotéis finos.

O projeto é bem complexo, pois é fundamental que seja desenvolvido com muito cuidado para evitar problemas, mas quando as recomendações são seguidas, ela se transforma em uma das mais resistentes e seguras entre todos os tipos de piscina.

Piscina de vinil

Quando se fala em versatilidade, também não podemos deixar de comentar sobre a piscina de vinil, que pode ser construída em qualquer formato. O vinil é, na verdade, o revestimento da piscina, cuja instalação é bem mais rápida do que acontece com pedras, pastilhas ou azulejos, por exemplo.

A manutenção também é simples, desde que não se usem materiais abrasivos e cortantes. A durabilidade do vinil gira em torno de 10 anos, o que o torna uma opção bem legal em relação ao custo-benefício.

Piscina portátil

As piscinas portáteis são as mais simples e baratas. Feitas de plástico ou lona, aparecem na maioria das casas que possuem piscinas. Além dos modelos convencionais, hoje é possível encontrar outras mais completas, com escada, bomba e até aquecimento.

Porém, ela não é uma opção tão boa assim em relação ao design, embora seja possível recorrer a alguns artifícios para contornar a situação, como envolvê-la em alvenaria e placas de isopor (ou, tecnicamente, poliestireno expandido), em pallets ou molduras de madeira.

Cabe destacar que quando ela é usada como uma piscina “permanente”, que não será desmontada com o passar do tempo, os cuidados devem ser os mesmos das outras piscinas, com motor e casa de máquinas.

Piscina pré-moldada

Assim como na construção civil, as piscinas pré-moldadas são super práticas, pois elas são fabricadas sob medida com antecedência e apenas montadas no local da obra com concretagem por trás das placas para fechar a piscina e garantir que ela tenha toda a sustentação necessária.

A preparação do terreno é parecida com a de piscinas de alvenaria comuns, mas as instalações hidráulicas precisam ser planejadas antes de colocar as placas de concreto, já que vários elementos ficarão sob o piso da piscina.

É importante ressaltar que há placas pré-moldadas até para as bordas, o que garante ainda mais praticidade e beleza no projeto.

Quais são os modelos de piscina?

Além de decidir entre piscina de fibra, piscina de vinil, piscina de alvenaria ou qualquer outro tipo, ainda é importante pensar nos modelos, o que influencia tanto na estética quanto na funcionalidade. Alguns dos principais modelos são os seguintes:

Piscina redonda

Um dos modelos mais comuns é a piscina redonda, que pode ser instalada em basicamente qualquer lugar do terreno, mas costuma ficar melhor longe de seus limites de modo a otimizar o aproveitamento do espaço.

Piscina quadrada

A piscina quadrada, por sua vez, também é bem versátil e pode ser colocada em qualquer local, inclusive nos cantos do terreno, já que proporciona um uso quase que completo do espaço, sem pequenas perdas como ocorre com as redondas.

Piscina retangular

Se existe um bom espaço em um dos lados do terreno, mas que não se estende por toda a sua extensão, então a piscina retangular se mostra como uma das opções que oferecem o melhor aproveitamento de espaço possível.

Piscina oval

Tecnicamente, na maioria dos casos, o que é chamado de piscina oval não tem um formato ovalado em toda a sua extensão, mas sim apenas nas duas extremidades, enquanto os lados são retos. Isso aumenta a funcionalidade da piscina e o conforto de quem fica dentro dela.

Piscina em “L”

Seja para quem deseja fazer uma piscina que percorra uma parte da extensão da casa ou mesmo para outras posições, as piscinas em “L” são uma alternativa interessante e que também resultam em uma boa área útil.

Piscina personalizada

Além dos formatos geométricos citados, as piscinas podem ser desenvolvidas em formatos específicos de acordo com as necessidades dos clientes. Há que se ressaltar, porém, que essa possibilidade não se aplica a todos os tipos de piscinas.

Piscina borda infinita

Sem dúvidas, a piscina borda infinita é uma das que mais fazem sucesso hoje, seja nas revistas de arquitetura, nos perfis em redes sociais ou mesmo em casas, clubes e outros locais, já que o visual fica realmente muito bonito.

Há diferentes maneiras de fazer as piscinas de borda infinita “funcionarem”. Uma delas é colocar um reservatório em frente ao final da piscina com algumas pequenas pedras, local que receberá a água em excesso, como em momentos de chuva, por exemplo.

Porém, geralmente, para otimizar seu funcionamento, são necessárias bombas e tubulações adicionais para o retorno da água escoada, o que encarece o projeto, mas deixa um resultado muito bonito, pois as piscinas ficam cheias até a borda, o que realmente as faz parecer que são infinitas.

Como construir uma piscina?

Cada tipo de piscina pode ter suas peculiaridades, mas há certos passos que se assemelham no processo de como construir uma piscina, como os seguintes:

  • Primeiramente, deve-se escolher um bom lugar para sua instalação, longe de árvores, telhados e construções. Assim, evita-se que a piscina fique muito suja.
  • O local em que a piscina ficará deve ser escavado e nivelado. Além disso, as paredes devem receber uma estrutura, geralmente de ferro, antes da concretagem, de modo que ela tenha a resistência necessária.
  • A impermeabilização é outra etapa indispensável, pois evita vazamentos e problemas posteriores.
  • As instalações elétricas e hidráulicas devem ser feitas por especialistas, de modo que tenham fácil acesso para eventuais manutenções futuras, mas também fiquem bem posicionadas dentro do projeto. Boa parte disso passa pela casa de máquinas, a qual deve ter, pelo menos, espaço suficiente para uma pessoa ficar em pé para conseguir fazer os ajustes e reparos necessários.

Quanto mais complexa for a piscina, mais complicados também tendem a ser os passos do processo de construção. De qualquer forma, o ideal é sempre contar com os melhores profissionais do mercado para que tudo seja feito com excelência.

Quais são os materiais para a construção de uma piscina?

A lista pode variar de acordo com cada projeto, mas alguns materiais que costumam aparecer na maioria das obras são os seguintes:

  • Areia
  • Argamassa
  • Brita
  • Cabos e fios
  • Cal
  • Cimento
  • Drenos
  • Ducha
  • Filtros
  • Interruptores
  • Pregos
  • Ralos
  • Rejunte
  • Tijolos
  • Tinta
  • Tomadas
  • Tubos e conexões

Além disso, são necessárias ferramentas em geral para a instalação da piscina.


Quais são os cuidados com uma piscina?

Ao tomar os seguintes cuidados, sua piscina poderá manter suas perfeitas condições de uso por mais tempo:

  • Instale uma ducha perto da piscina. Assim, as pessoas entrarão na água mais limpas, o que também a mantém em boas condições.
  • Tenha sempre à disposição um estojo de testes com as fitas de teste. Assim, será possível monitorar seu pH e a alcalinidade. O ideal é que os testes sejam feitos pelo menos uma vez por semana, mas se notar algo de diferente, teste o quanto antes.
  • Remova os resíduos que ficam na piscina, como folhas, insetos e afins. Assim, o pH da água será mantido e ela ficará ainda mais bonita.
  • Pelo menos uma vez por semana, use também o decantador e o aspirador, o que é importante para retirar limpezas mais difíceis, até as pequenas partículas de sujeira.
  • Sempre verifique o filtro da piscina, pois ele pode ter que ser higienizado de tempos em tempos. Caso contrário, seu funcionamento pode ser comprometido.
  • Limpe também o entorno da piscina, pois esses resíduos podem facilmente cair na água, onde ficam mais difíceis de limpar.
  • Fique de olho em possíveis vazamentos. Para isso, cole uma fita crepe na altura da água e veja depois de 24 horas. Se tiver abaixado mais de 3 mm, este pode ser considerado um vazamento e, por isso, demanda a inspeção de um profissional.

Para manter a água limpa por ainda mais tempo, considere a aquisição de uma cobertura para a piscina. Assim, seu contato com as sujeiras será muito menor.


Como solicitar um orçamento para saber exatamente quanto custa uma piscina?

Depois de aprender mais sobre os modelos de piscina, seus tipos, da piscina de alvenaria à de vinil, fibra e até de vidro, além de várias outras informações importantes, ainda deve ter restado uma dúvida em sua mente: quanto custa uma piscina exatamente como eu quero?

Para receber orçamentos dos melhores profissionais e empresas do segmento de piscinas, preencha o formulário desta página com o máximo de detalhes que tiver. Assim, você poderá receber até 4 orçamentos gratuitamente, de modo a saber quanto custa fazer uma piscina dos sonhos.

Esperamos que você tenha gostado do conteúdo e que ele tenha esclarecido todas as suas dúvidas sobre os tipos e modelos de piscina e os processos necessários para ter uma na sua casa. Muito obrigado por sua companhia nessa leitura!

Encontre em todos os Estados