Jardinagem / Diferença entre adubo orgânico e inorgânico

Jardinagem

Diferença entre adubo orgânico e inorgânico

Você sabe qual o melhor adubo para seu jardim ou plantação? Confira as vantagens e desvantagens do adubo orgânico e o inorgânico.

Para ter um bom plantio com plantas e alimentos de qualidade é preciso um solo bom, contar com um bom clima e, claro, adubar a terra. Existem dois tipos de adubos: o orgânico e o inorgânico. Conheça um pouco de cada um, suas vantagens e desvantagens.

adubo

Como o próprio nome diz, o adubo orgânico é natural, sua composição é de matéria orgânica, resíduos de animais e vegetais. O fertilizante natural é colocado na terra e ao se decompor libera nutrientes, extraídos das folhas, ossos e fezes de animais. O adubo orgânico é o mais indicado por ser natural e não ter adição de química, mas mesmo assim, enriquece o solo, eleva a resistência das plantas, evitando o aparecimento de pragas, doenças e ajuda o solo a armazenar maior quantidade de água. As desvantagens do adubo orgânico é que o processo de liberação dos nutrientes é mais demorado e, caso as fezes dos animais estejam contaminadas, o solo pode ser contaminado também.

adubação

Já o adubo inorgânico é feito por extração mineral, misturando nutrientes necessários para as plantas, exemplo: potássio, nitrogênio, fósforo, entre outros. Usando adubo inorgânico é possível saber a quantidade exata que cada planta precisa e o processo de crescimento torna-se muito mais rápido. Porém, o uso excessivo pode prejudicar o próprio solo, diminui o oxigênio para as plantas e a qualidade da plantação.

Um jardineiro saberá qual o melhor adubo para sua plantação ou jardim, solicite um orçamento no GetNinjas e receba o contato de até 7 profissionais na sua região.