Arquiteto / Qual a diferença entre técnico de edificações e arquiteto?

Arquiteto

Qual a diferença entre técnico de edificações e arquiteto?

Está em dúvida entre os cursos de Arquitetura e Técnico de Edificações? Entenda bem as diferenças entre os cursos.

A diferença já começa na designação dos cursos, já que o curso de Arquitetura e Urbanismo é de nível superior e o  Técnico em Edificações é um curso de nível médio, o que subentende diversas diferenças constitutivas de ambos cursos, apesar de estarem num mesmo campo de conhecimento. Para começar a duração do curso – cinco anos contra dois anos.

cobrar.por_.um_.projeto3

Em questões práticas, o Técnico em Edificações pode assinar projetos de até 80 m², um profissional habilitado que pode promover o elo entre o departamento técnico (Engenheiro e Arquiteto) e a mão de obra (mestres e pedreiros), portanto, exercendo uma intermediação. O Técnico pode atuar como projetista civil e ser responsável pelo acompanhamento de uma obra, exercendo também o papel de orçamentista, entre outras diversas funções dentro de uma empresa do ramo de construção civil.

Ainda no curso Técnico de Edificações, você estudará cálculos estruturais, projeto arquitetônico, materiais de construção civil, topografia, orçamentos, empreendedorismo, normalização e projetos, entre outras coisas. Mas um diferencial, típico dos cursos técnicos, são as aulas práticas que prevem cursos desse tipo  – coisa que muitos arquitetos não tem durante a formação. Nas aulas práticas os estudantes colocam a mão na massa, locando obras, fazendo formas, armando aço, concretando pilares e vigares, construindo telhados, pintando e texturando paredes, criando tubulações de água fria e esgoto sanitário.e4b07c72-65b2-f215-e126-c5fc42ecb9bd

O estudante de nível médio entra em contato com elementos ligados a linguagem arquitetônica e portanto, pode ter um vasto panorama de aprendizagem, além disso faltam técnicos na área e é uma profissão em alta.

O curso de Arquitetura, em contrapartida, envolve tanto conhecimentos ligados à engenharia civil (cálculo estrutural, dimensionamento de forças, análise da composição de terrenos para a sustentação da construção) como da área de humanas, como história da arte, perspectivas antropológicas, sobre a moradia (como as pessoas consideraram e consideram as questões de habitação nas diversas culturas), passando pela análise da ocupação das cidades (paisagismo, urbanismo, áreas residenciais e comerciais, entre outras questões). É, portanto, obviamente um curso com mais profundidade e que oferece caminhos diversos de especialização como todo curso superior.

Vai construir? Aqui no GetNinjas você encontra arquitetos, pedreiros e decoradores para a sua empreitada. Solicite um orçamento e receba o contato de até 7 profissionais na sua região, compare preços e qualificações e feche negócio.