Dicas / Saiba tudo sobre o auxílio emergencial do governo para diaristas, empregados e empregadas domésticas.

Dicas

Saiba tudo sobre o auxílio emergencial do governo para diaristas, empregados e empregadas domésticas.

Os empregados e empregadas domésticas devem estar se perguntando se tem ou não direito ao auxílio emergencial, também conhecido como “Coronavoucher”. Nós aqui do GetNinjas viemos tranquilizar vocês com informações importantes para que você fique tranquilo durante o período de quarentena causa devido à pandemia do COVID-19. Mas o que realmente aconteceu era que as […]

Os empregados e empregadas domésticas devem estar se perguntando se tem ou não direito ao auxílio emergencial, também conhecido como “Coronavoucher”. Nós aqui do GetNinjas viemos tranquilizar vocês com informações importantes para que você fique tranquilo durante o período de quarentena causa devido à pandemia do COVID-19.

Mas o que realmente aconteceu era que as diaristas, empregados e empregadas domésticas foram colocados no auxílio apenas depois do dia 1º de Abril. Então isso deve ter gerado uma certa confusão e um pouco de insegurança.

Mas tudo bem, essas informações aqui vão tranquilizar todo mundo.

O auxílio para empregados e empregadas domésticas

Depois da lei que vai trazer o auxílio emergencial para mais de 54 milhões de brasileiros, trabalhadores autônomos ou em sistema informal, no valor de R$600,00 entrou em vigor, uma nova votação no Senado que aconteceu no dia 1º de Abril. A partir dela mais 19 categorias foram inseridas no direito de receber o  “Coronavoucher”. É um grupo em extenso de pessoas que inclui profissionais como diaristas, manicures, baianas de acarajé, pescadores, caminhoneiros, taxistas e entregadores e motoristas de aplicativos, entre outros que, que passaram a ter direito ao benefício a ser pago nos próximos três meses.

Ou seja, diaristas, empregados e empregadas domésticas podem ficar mais calmos pois estão dentro das categorias a serem contempladas com o pagamento do auxílio emergencial de R$600,00 por três meses, garantidos pela lei.

E quem não é registrado, como funciona? 

Porém uma questão ainda ficou no ar: como diaristas, empregados e empregadas domésticas vão receber o auxílio se não têm carteira assinada? Além do mais, muitos ainda não fazem sua contribuição para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), como contribuintes individuais, sendo assim, não possuem nenhum vínculo previdenciário.

Porém, novamente, podem ficar tranquilos o governo anunciou que irá levar em conta os inscritos no Cadastro Único para identificar os beneficiários, mas caso você não possua cadastro, poderá preencher um modelo de autodeclaração no aplicativo lançado pelo governo.

Quanto cada um pode receber e por quanto tempo?

Tudo funciona dessa forma que você consegue ver abaixo:

  • Quem tiver o direito ao auxílio vai recebê-lo de em três parcelas de R$600,00
  • Uma família pode acumular no máximo 2 benefícios. Ou seja, se numa família de 4 pessoas, 3 podem receber o auxílio, apenas 2 serão beneficiadas.
  • Mulheres que sustentam lares sozinhas, vão receber por 2 pessoas, ou seja R$1200,00
  • Lembrando que os benefícios começam por 3 meses, mas podem ser prorrogados conforme durar a pandemia do novo Coronavírus.

 

Resumindo tudo isso, o que fica é que diaristas, empregados e empregadas domésticas, que trabalham com carteira assinada, por meio de contratos “de gaveta”, informais, com ou sem registro, enfim, de qualquer modo, vão receber o auxílio. Então, não tenha medo de correr atrás dos seus direitos e garantir com que você fique bem durante esse período difícil que estamos passando.

Oportunidades de trabalho durante e depois da crise

No GetNinjas, milhares de clientes solicitam serviços domésticos. Em tempos de isolamento social, ainda existem famílias precisam destes serviços. Baixe nosso aplicativo para ver estas oportunidades, mas lembre-se de respeitar as medidas de saúde e segurança da sua cidade ou estado.