Computador desktop / Windows 10: Configurações de fábrica que você precisa mudar

Computador desktop

Windows 10: Configurações de fábrica que você precisa mudar

O novo Windows 10 trouxe diversas vantagens em relação ao seu antecessor, porém algumas configurações de fábrica podem ser mudadas para melhorar a sua experiência. Confira algumas.

A nova versão do sistema da Microsoft, o Windows 10 veio com tudo, pois além de prometer um melhor desempenho que seu antecessor, também pode ser atualizado gratuitamente. Portanto, depois de dar uma conferida aqui na review do Windows 10, saiba que há algumas configurações de fábrica que você vai precisar mudar, veja o porquê:

1. Ative a sagrada Restauração de Sistemacomo-restaurar-o-sistema

Como a maioria já sabe, aquela aclamada função de Restauração de Sistema do Windows que salva automaticamente backups dos principais arquivos do sistema operacional, pode ser de grandessíssima ajuda caso o seu computador dê algum pane. Contudo, no novíssimo Windows 10 essa função vem desativada. Portanto, não deixe reativá-la logo que fizer o update da nova versão, para não ter que lidar com imprevistos e correr o risco de perder todos os seus arquivos.

Para resolver: Aperte o atalho ‘Windows + X’ no teclado, entre em Sistema e Proteção dos Sistema. Na janelinha que aparecer, clique em Configurar e Ativar a Proteção. Prontinho!

2. Evite a ‘espionagem’ da Microsoft

windows 10 logo

O Windows 10 é bem mais invasivo que outras versões, isso porque vem configurado para monitorar diversas coisas, como: o lugar que você está, os sites que você visita e até o jeito que você digita. Não deixa de ser algo parecido com o que o Facebook e o Google já fazem.

Mas você pode desabilitar assim: Clique no botão Iniciar e entre em Configurações e Privacidade. Em seguida, marque “Desativado” em todos os itens. Mesmo fazendo esse ajuste, o W10 ainda contacta a Microsoft, mas parte do problema pode ser solucionado dessa forma.

3. Toda sua navegação gravada e enviada para a Microsoft?

O novo Windows finalmente superou o Internet Explorer e resolveu lançar um novo navegador, mais rápido e competitivo com os navegadores mais utilizados hoje em dia como o Chrome e o Firefox: o Microsoft Edge.

Porém, o Edge tem uma certa característica que pode ser considerada negativa: gravar todo o seu histórico de navegação da internet e enviar para a Microsoft. A justificativa é ajudar a evitar vírus. No entanto, se você considerar isso um problema, por ser uma invasão de privacidade, há como solucionar.

No navegador Edge, vá em Configurações e Configurações Avançadas e desative a opção Filtro SmartScreen.

4. Habilite as extensões de arquivoexe

Essa é uma dica para qualquer versão que você possua do Windows, pois todas vêm com uma configuração de fábrica que pode ser muito prejudicial: esconder as extensões de arquivo. Mas o que isso significa? Quando você recebe um arquivo, não tem como saber em qual formato ele está. Se é um inofensivo TXT ou um possível caso de alerta vermelho, um EXE.

Portanto, nunca é tarde para habilitar a visualização das extensões de arquivo, faça isso no seu Windows 10: digite Extensões no campo de busca, abra o item que irá aparecer e, na janelinha exibida, desmarque a opção “Ocultar as extensões dos tipos de arquivos conhecidos”. Pronto.

No GetNinjas você encontra assistências técnicas que realizam a manutenção e a limpeza do seu aparelho, solicite um orçamento.