Análise de Preço

Resumo do serviço

Com a escassez de vegetação em diversas áreas urbanas, é importante que as pessoas privilegiem o plantio de áreas verdes em casas e condomínios. A criação de jardins nesses locais pode trabalhar a variação de plantas ornamentais, flores e árvores, trazendo bem-estar para a vida dos moradores. Para que a iniciativa tenha sucesso, é preciso que haja um planejamento de qual o objetivo do projeto e a contratação de um especialista, geralmente um paisagista ou um jardineiro, para indicar quais as melhores opções para aquele ambiente. A primeira decisão é escolher uma vegetação nativa do local onde você mora, evitando que as plantas não consigam se adaptar ao ambiente. As áreas externas de casas e apartamentos são as mais indicadas para o plantio de árvores e plantas, porque dão acesso aos fatores climáticos, como sol e chuva. No entanto, caso haja o interesse de criar um espaço verde interno, é necessário que a vegetação seja escolhida de acordo com as condições internas de uma casa, exigindo a irrigação manual, além dos cuidados mais intensos de seus proprietários. Mas, que árvores plantar no quintal? As árvores frutíferas são ótimas para se adaptar ao clima e solo independente do local onde será plantada. Alguns exemplos são: mangueira, pitangueira, limoeiro ou ainda um pé de acerola. Outras árvores não frutíferas podem ser palmeiras, bromélias, begônias ou orquídeas. Aposte, também, em algumas espécies de plantas decorativas, como coqueiro, pinheiro ou árvores de pequeno porte.

Sobre o profissional e o serviço:

O profissional de paisagismo ou jardinagem pode ser contratado sempre que tiver um novo reparo a ser feito no jardim, seja para o plantio de uma nova planta ou então para a substituição de algum item. No entanto, a manutenção é vital para que a beleza do local permaneça e para que as plantas recebam tratamento adequado para se devolverem e terem longo período de vida. Os jardins costumam receber manutenção uma vez por mês, precisando da presença do profissional no local. Ele pode indicar algumas instruções para serem efetuadas pelo proprietário durante as semanas em que o local não receberá a visita. Entretanto, para maior comodidade e bons resultados, é importante que o profissional faça uma visita de manutenção a cada 15 dias. Os valores podem variar de acordo com o tamanho do jardim e o tipo de vegetação presente no local. Se as árvores forem grandes, o serviço terá uma manutenção mais cara. Entretanto, se as podas forem baixas, é possível que uma área de 100 m2 custe, em média, R$ 50,00. O preço médio de um contrato de manutenção de plantio de árvore é de R$ 390,00 por mês. Já o plantio de plantas é de R$ 20,00. No inverno, a prestação de serviço tem uma leve queda devido a dificuldade das novas plantas brotarem ou se devolverem. No entanto, o período é ótimo para a manutenção e é indicado que haja uma atenção especial, para que a vegetação não sofra com os fenômenos climáticos. Em épocas como dezembro, janeiro e fevereiro, é hora de colocar os novos projetos em prática e investir em novas árvores e plantas.

Por que você deve contratar um profissional para este serviço?

O manuseio de árvores e plantas não é fácil. Não se trata apenas de plantar, mas de preparar o solo e analisar quais as características daquela área. Os profissionais de paisagismo e de jardinagem são certificados e especialistas nos tipos de solo e sabem adequar cada tipo de planta, analisando os fatores climáticos e ambientais de cada área. Além disso, alguns acessórios técnicos podem auxiliar no plantio e manutenção, sendo seu uso restrito apenas para profissionais. Contratando um profissional, você não precisa se preocupar em identificar problemas na vegetação, não gasta tempo na manutenção e encontra maior comodidade em tornar seu ambiente mais limpo e bonito. Além disso, os profissionais vão fazer os ajustes corretos para que sua área verde tenha qualidade e maior durabilidade, se mantendo durante anos de forma saudável.

Custos de Serviços